Muitas pessoas veem o papel, o utilizam, encontram facilmente, mas não sabem como é feito e até se perguntam como é feito para que chegue naquele resultado.

Para produção do papel existem algumas etapas. Tudo começa com a colheita da matéria prima. A árvore é cortada e transportada para o local de fabricação. Lá, passa por um processo de limpeza (lavagem e retirada das cascas) e só então é dividida em cavacos de tamanhos pré-estabelecidos.

Para fabricação do papel é necessário que seja feita com a arvore correta. Visto que cada arvore possui um tipo de celulose, com isso nem todas são apropriadas para o uso da fabricação deste produto.

COMO É FEITO O PAPEL: Polpa

Após o processo citado acima é feito o preparo da polpa. Nesta etapa o resultado é de uma pasta meio marrom, onde pode ser utilizada na produção de papeis não brancos. Para os papeis brancos é feito o clareamento (com o uso de produtos para que isso aconteça) após esta etapa.

Depois destes passos citados acima é feito a etapa de secagem desse material e da prensagem. Nesta etapa a celulose será espalhada em uma grande chapa de metal e um rolo irá passar por cima desse material. Fazendo com que seja prensado e seque, até ficar da gramatura desejada.

E por último, caso seja desejado e necessário, pode ser que haja a adição de aditivos (para que o papel fique de acordo como desejado). Só em alguns tipos que há essa adição de aditivos, em outros não. Sempre que adicionado, é na faze final da fabricação.

Visto que a fabricação do papel leva um certo tempo, e para que saia correto tem que ser seguido as etapas corretas. Gera custos, necessidade de conhecimento e o principal é o tempo de produção. Com isso, acaba não sendo um material tão simples de se fazer.